Prana

Foi num jardim, entre guitarras e amigos que irrompeu este projeto de S. João da Madeira. Diogo, João e Miguel, sentindo firmes, os alicerces para criar algo maior, fluíram para a sala de ensaio começando a compor temas originais.

Lançam o primeiro trabalho, “1”, em 2008, onde se encontram temas como “Pérola”, “Coq au vin” ou “Etanol”, com o qual marcam presença nos Novos Talentos Fnac. Descobrem um mundo novo de rádio e televisão em programas como o 5 para a meia-noite, Top+ e Planeta Música, passam por Portugália, são disco Antena 3 e pisam palcos como os das Queimas do Porto, Coimbra e Aveiro.

Em 2013 gravam o segundo álbum, de novo nos Estúdios da Valentim, do qual se destaca “Sapatos de Pedra”. “O Amor e Outros Azares”, vê assim a luz do dia em Abril de 2014 e fala disso mesmo: do Amor, que tal como nos pode deixar a voar de alegria, também nos pode atirar para o mais negro dos poços. Foi sobre este lado mais sombrio do Amor que os Prana se debruçaram.

2014 é ainda marcado pelo início do “Prana Convida”: um desafio a um artista ou banda para, junto com os Prana e tendo “O Amor e Outros Azares” como matéria-prima, fazerem música. O primeiro convidado foi João Só com o tema “Chuva”, seguiu-se Frankie Chavez com “A Porta” e agora Emmy Curl com “A Valsa do Cupido, esse sacana”.

Não negando as suas influências, os Prana auto caracterizam-se como um misto de géneros, emoções e momentos num estilo melódico, descontraído, porém vincado e seguro e é essa marca que propõem levar aos palcos por onde passarem nos próximos meses.

Prana (Facebook)

Prana (Youtube Channel)

O Amor e outros Azares